.

.

.

Se você quiser compartilhar o que encontrar aqui, fique à vontade. A ideia é exatamente esta: divulgar o tricô, disseminar essa linda arte
manual. Honestamente, eu me sentirei lisonjeada.


Apenas peço que mencione a fonte e coloque o link do post ou do blog. Obrigada!


30 de setembro de 2011

PONTO ARROZ E UM POUQUINHO DE PROSA



Olás!

Gostaria de agradecer mais uma vez cada visitinha de vocês.

Um agradecimento especial e de coração!!!

Quando postei o ponto barra 1x1, a Cris teve dúvidas a respeito de como tricotar a sequência do ponto tricô e do ponto meia. Dúvida esclarecida, prometi fazer o ponto arroz para mostrar a diferença entre ambos.

Aproveito a oportunidade para registrar que acho supimpa essa troca legal de ideias, sugestões, dúvidas e pedidos. Eu serei a maior beneficiada, pois saberei o que efetivamente interessa a quem acessa o blog. E podem escrever para o meu email ou deixar um comentário (se for daqueles mais íntimos, rsrsrs, prometo não publicar).

Aliás, vou lançar o jargão: "Blog não apenas para ser lido, também para ser praticado" - que tal?



O ponto arroz é um dos primeiros aprendidos no mundo tricoteiriano. É uma sequência de 1M, 1T, 1M, 1T, com desencontro de pontos tricô e meia.


Costumo denominar o ponto tricô de 'ponto barriguinha' e o ponto meia de 'ponto trancinha' quando tento ensinar tricô de maneira mais lúdica, pois estas são as formas que esses pontos tem para mim.

Então, se o ponto abaixo (carreira inferior) for 'uma barriguinha', você tricotará 'uma trancinha', de tal modo que, no ponto arroz, cada 'barriguinha' é uma ilha cercada de 'trancinhas' por todos os lados - e vice-versa.

Dica legal: sempre que finalizar a carreira com 1T, inicie a próxima carreira com 1T. Se terminar com 1M, inicie a próxima carreira com 2M.

O ponto arroz fica muito legal quando usado como moldura do ponto jersey (tudo em meia do lado direito e tudo em tricô do lado avesso da peça)

29 de setembro de 2011

CASAQUINHO DE TRICÔ MMV - COSTURA PASSO A PASSO

Descobri que existe um roteiro para costura de casaquinhos e vestuários em geral.

Não tenho muita simpatia por costura, como todos já sabem, mas até que não ficou mal. O casaquinho costurado é o Casaquinho MMV do artigo anterior.

Vamos lá!

COSTURE OS OMBROS, OU SEJA, UNA A(s) PARTE(s) DA FRENTE COM A PARTE DAS COSTAS

DIVIDA A MANGA AO MEIO E TERÁ O PONTO QUE SERÁ UNIDO NESSA COSTURA DO OMBRO.  ASSIM, METADE DA MANGA SERÁ COSTURADA NA LATERAL DA FRENTE E A OUTRA METADE, NA LATERAL DAS COSTAS



...METADE DA MANGA SERÁ COSTURADA NA LATERAL DA FRENTE...

... E A OUTRA METADE, NA LATERAL DAS COSTAS
A PRÓXIMA ETAPA É A LATERAL DE FRENTE/COSTAS. PRENDA GROSSEIRAMENTE AS DUAS PARTES SÓ PARA FACILITAR A COSTURA. FIXE BEM NA PARTE DA AXILA


FICA TUDO BEM RETINHO

ÚLTIMA PARTE: COSTURE A ALTURA DAS MANGAS

28 de setembro de 2011

CASAQUINHO MMV - MARTA, MARISA E VERA



O meu primeiro casaquinho!!!

E certamente não teria conseguido tricotá-lo sem as constantes dicas da Marisa Justo, Marta Loureiro e Vera Magnoni lá no grupo Tricô e Receitas, do Facebook.

Assim, fica registrada a minha gratidão e o meu agradecimento a essas três mestras do tricô, que, além das dicas, deram um incentivo energizante para eu tricotar peça com decote.

Fiz uma adaptação de diversos modelinhos, usei o ponto amarradinho do blog Tessituras e aí está o bichinho. Aliás, confesso que ainda não consegui fazer aquele modelinho que acho maravilhoso, que de tão lindinho, é super copiado a ponto de ser considerado o casaquinho mais tradicional de bebê que anda pelos blogs.

Utilizei o fio Club, da Pingouin e agulhas 4.5mm.

RECEITA - TAMANHO RECÉM-NASCIDO:

COSTAS:
Insira 49 pontos.
Faça 4 carreiras em ponto barra 1X1.
A seguir, faça o ponto amarradinho por 10 sequências e arremate.

FRENTE DIREITA:

Insira 27 pontos.
Faça 4 carreiras em ponto barra 1X1.
A seguir, faça 8 sequências do ponto amarradinho.
Para a gola, nas próximas carreiras do lado avesso, arremate:
1a. car. - 3 pontos
3a. car. - 3 pontos
5a. car. - 2 pontos
7a. car. - 2 pontos
9a. car. - 1 pontos




FRENTE ESQUERDA:
Insira 27 pontos.
Faça 4 carreiras em ponto barra 1X1.
A seguir, faça 8 sequências do ponto amarradinho.
Para a gola, nas próximas carreiras do lado direito, arremate:
1a. car. - 3 pontos
3a. car. - 3 pontos
5a. car. - 2 pontos
7a. car. - 2 pontos
9a. car. - 1 pontos

MANGAS:

Insira 31 pontos.
Faça 4 carreiras em ponto barra 1X1.
A seguir, faça 2 sequências do ponto amarradinho.
A partir da terceira sequência do ponto amarradinho, aumente 2 pontos no final da quinta carreira.
As mangas terão 8 sequências de ponto amarradinho. Arremate.
28/09/2011, 21h30: reeditei o número de pontos da manga para 31p. e 2p. de aumento por sugestão da professora Eliete Massi para deixar a manga mais larga.


Costure o casaquinho. Passo a passo da costura: clique aqui.

Faça uma correntinha de crochê e passe pelos buraquinhos.


Sapatinho em artigo futuro. Aguarde...

27 de setembro de 2011

SAPATINHO TRICOTERAPIA - PONTO BARRA 1 X 1



Para um par tamanho 35/36, insira um 26 pontos de um fio compatível com a agulha 7mm.

O número de pontos (largura da carreira) é o tamanho do seu pé.  O número de carreiras determinará a altura do seu sapatinho.

Para cada tamanho maior ou menor, aumente ou diminua 6 pontos.

Usei o fio Cisne Terapia e agulhas 7mm e tricotei em ponto barra 1x1.

Detalhe e dica sobre o ponto barra 1x1, veja aqui

Tricote por 25cm. Lembre-se da dica sobre peças trabalhadas por medidas.

Arremate e costure as laterais.

Faça um trabalho em crochê para enfeitar e passe um cordão de correntinhas para fazer um laço.

Edição no dia 18/outubro/2011:

Encontrei um vídeo bem legal da super querida Rosangela Chicote explicando este sapatinho para adultos - e algumas sugestões de outros pontos de tricô:


Se não souber fazer crochê, siga as instruções da Rosângela e faça uma sequência de 2 pontos juntos em meia e uma laçada na terceira e antepenúltimas carreiras.

O penúltimo ponto será tricotado em ponto meia e o último ponto da carreira em ponto tricô.


Calce o sapatinho com uma lateral nos dedos e a outra no calcanhar.

PONTO BARRA 1X1

 


O ponto barra 1x1 é bastante conhecido, pois é facilmente encontrado como barra de peças de vestuário e canos de meias e sapatos em tricô. Já me perguntaram duas vezes a que eu me  referia quando mencionava esse ponto, então  pensei ser importante falar sobre ele antes do meu primeiro casaquinho, já que o início da peça tem ponto  barra 1x1.

O ponto de tricô barra 1x1 nada mais é do uma sequência de um ponto meia, um ponto tricô, um ponto meia, um ponto tricô, um ponto meia...

Assim, usando o asterisco, temos: *1M, 1T*

Dica da Lilika: quando fizer o ponto barra, opte por tricotar um número par de pontos e poderá iniciá-lo sempre pelo mesmo ponto, ou seja, sempre iniciará pelo ponto meia.

Vi que a Cris teve a dúvida de como iniciar a carreira. Então Cris, se você optar por ter um número par de pontos, sempre inicie a carreira com o ponto meia. Dessa forma, terá "ponto sobre ponto", ou seja, ponto tricô sobre ponto tricô e ponto meia sobre ponto meia, como dá para perceber nas fotos. Prometo publicar em breve um post com o ponto arroz, em que os pontos ficam intercalados, aí será possível distinguir bem os dois.
Cris, todavia, se estiver com um número ímpar de pontos, não se preocupe, a dica também é simples: você terminará as carreiras do lado direito com o ponto meia, então, inicie todas as carreira do avesso com o ponto tricô.

Dica da Vitória Quintal repassada por Marta Loureiro, do blog Abelhinha Criativa: quando estiver tricotando o ponto jersey (carreiras pares em tricô e carreiras ímpares em meia), tricote o ponto barra 1x1 nas extremidades, ou seja, em cada carreira, nos últimos sete pontos, trabalhe o ponto barra, pois assim, a sua peça não ficará com as laterais enroladas.



P.S - Se você quiser compartilhar o que viu aqui, fique à vontade. A ideia é exatamente essa: divulgar o tricô, disseminar essa linda arte manual. Honestamente, eu me sentirei lisonjeada.
Apenas peço que mencione a fonte e coloque o link desse post ou do blog. Obrigada!

24 de setembro de 2011

PONTO AMARRADINHO



Ponto indicado para roupas de bebê, pela sua delicadeza.

Encontrei este ponto no blog Tessituras e a Samantha, do Blog Trens e Trecos, enviou-me a receita do casaquinho da tia Sarah com este encantador ponto de tricô. Enquanto o casaquinho sem costuras da tia Sarah (tia da blogueira do Tessituras) está somente no comecinho, comecei outro casaquinho com o ponto buraquinho. Um modelo mais rápido e simples para saciar a ansiedade de tricotar este ponto.

O ponto requer pontos múltiplos de 6 +1 e uma sequência de seis carreiras, a serem repetidas até as indicações desejadas de tamanho:

1a. car. - *3T, 3M, 3T*, termina com 1T
2a. car. - TUDO EM T
3a. car. - *3T, 3M, 3T*, termina com 1T
4a. car. - TUDO EM T
5a. car. - *3T, L, 3PJT, L*, termina com 1T
6a. car. - TUDO EM T

Casaquinho: veja aqui.



Avesso do ponto

Encontrei este vídeo do usuário PRMAZINI:


22 de setembro de 2011

COLETE SEM COSTURAS DA MARTA LOUREIRO


Minha amiga Daguemar estava com uma blusa que combinou com o colete

Preparem-se. Esta peça divulgada pela Marta Loureiro lá no nosso grupo do Facebook é a peça mais admirada e desejada pelas pessoas para as quais mostro as minhas tricotadas.

É a receita mais pedida e se tornou a mais executada também.

A Marta publicou esta receita também no blog Abelinha Criativa.

Uma receita deliciosa, simples, rápida e fácil.

A receita original da Marta é assim:

Fio Flowers da Linea Italia
Agulhas para tricô nº 10

Montar 60 malhas na agulha, seguir em cordões de tricô por 30 cm.

Depois, para a cava, fazer 10 t, arrematar 15 pontos, 35 t.
Voltar: 35 t, repor com laçadas fechadas os 15 pontos, 10 t.
Seguir reto por 45 cm e repetir o procedimento para a cava.
Tricotar mais 30 cm. Arrematar.

Usei fio duplo da Cisne Misty, da Coats Corrente e agulhas 12mm. Como o fio é bem pesado e deixa a malha elástica, tricotei apenas 50 pontos.
Para as cavas, tricotei 10p, arrematei 15p. e tricotei os 25p. restantes. Para saber mais sobre abertura horizontal nas peças de tricô, veja este artigo aqui.



A cava: tricotei 10p, arrematei 15p, tricotei 25p. restantes.


Na carreira seguinte, tricotei 25p...

... virei a peça...

... inseri 15p. na agulha...

... virei o trabalho...

...tricotei os 10p restantes.

O colete bege é da minha amiga Daguemar. Ela usou a linha Barroca, da Círculo e agulhas 6mm. Trabalhou com 56 pontos, mantendo os 10p para os ombros e 15p. para as cavas, mas fará outro colete com maior abertura para a passagem dos braços.

A escolha dos fios é importante, pois meu colete ficou bem maior do que o da Daguemar, apesar de estar com menor número de pontos.

P.S - Se você quiser compartilhar o que viu aqui, fique à vontade. A ideia é exatamente essa: divulgar o tricô, disseminar essa linda arte manual. Honestamente, eu me sentirei lisonjeada.
Apenas peço que mencione a fonte e coloque o link desse post ou do blog. Obrigada!



Abaixo, fotos durante a Tricoterapia...

Mãos da Daguemar vestindo a Dulci... brincamos e rimos muito com o "tira e põe" das peças tricotadas

Dulci vestia uma camiseta azul e bege, combinou bem com o colete da Daguemar e a minha gola capuz Eclipse - receita aqui

Daguemar posando com meu colete preto

Professora Eliete Massi com o colete preto...

... e com o colete bege.








21 de setembro de 2011

SAPATINHO EM PONTO PICOT DE TRICÔ


Esse sapatinho é muito rápido!

O modelinho com picot em crochê foi divulgado pela Zezinha (blog Zezinha Cantinho da Zezinha), lá no Facebook, no grupo Tricô e Receitas. Percebi que o picot é bem tradicional como borda em crochê.

Após saber que há picot em tricô, lembrei daquele modelinho e bolei esta pecinha  feita totalmente em tricô.

Inseri 10 pontos na agulha 5 com o fio Mollet, da Círculo.

Coloquei um marcador para separar os 4 últimos pontos.

Fiz o corpo do sapatinho em ponto meia e picot no final, ficando assim:

1a. car. - todos os pontos em meia
2a. car. - todos os pontos em meia
3a. car. - pontos em meia, exceto os últimos 4 pontos: 2 pontos juntos em meia, uma laçada, tricotar dois pontos no penúltimo e último pontos.
4a. car. - fazer mate simples duas vezes todos os pontos restantes em meia

Precisando de maiores detalhes sobre o picot, clique aqui

Fazer 4 picots. Ao término do 4o. picot, fazer 4 mates simples (ao invés dos tradicionais 2 mates simples do ponto picot), restarão 8p. na agulha.

Tricotar esses 8p. por 6cm só em ponto meia. Se preferir um sapatinho  mais bicudo, faça mais algumas carreiras.

Na lateral onde estão os picots, insira 2p. na agulha (fiz a inserção neste método).

Faça mais 4 picots. Arremate. Costure a sola e a altura do calcanhar.

4 picots prontos

Tricotando somente ponto meia em 6cm. após 4 mates simples

Inseri 2p. e fiz mais 4 picots. Arrematei

Passei um fio entre os pontos da parte sem picots

Fiz um franzido bem firme para o peito do pé

Um nó bem apertado para um lindo franzido
As laçadas do ponto picot servirão como passa-fitas do sapatinho




Correntinhas de crochê para o tradicinal lacinho
Sapatinho Risoto: clique aqui.